Musa



Esperando a chance de ouro,
Eu aguardo a hora de te conquistar.
Por mais que este dia demore,
Farei tudo para que ele possa chegar.

Eu te chamo de musa,
E quero que você me chame de amor.
Aceita vir comigo?
Deixa-me te proteger de toda a dor?

Eu gostaria de escrever as mais belas palavras do mundo
Para exaltar todo o teu significado.
Pena que não conheço nenhuma palavra perfeita
Para descrever a sensação de te ter ao meu lado.

Tu és a quebra de todos os limites
E a fusão de todas as sensações.
Teu amor não cabe em qualquer palavra
Nem mesmo pode ser representado em meras ilustrações...

Se estivermos juntos...
Nada poderá nos separar.
Nem os ventos mais fortes,
Nem as pedras mais duras,
Muito menos as águas violentas do mar...

Meus braços necessitam do teu corpo
Assim como tua boca anseia pelos meus lábios.
A complexidade de nossos sentimentos
Desafia até mesmo a experiência dos sábios.
Você me pergunta o que eu tenho
E eu lhe respondo que não tenho nada.
Sou apenas um poeta sonhador
Que existe dentro dos contos-de-fada...

Eu busco somente a sua constante alegria.
Ao final de simples palavras,
Lembre-se que você será sempre
O início e o fim do meu dia.

Novo membro e Novo Quadro!


Olá queridos leitores! Mais uma vez venho anunciar as novas idéias e quadros do projeto Poemas com Café. Após a entrada do novo membro João Felipe, atuando nos quesitos administrativos e criativos, conseguimos elaborar algumas inovações. Dentre as novidades está o quadro “Expresso Leitor”, no qual todos aqueles que acompanham o blog poderão contribuir com nosso conteúdo de maneira democrática. Envie seus poemas, seus textos, suas críticas e até suas sugestões de “Música do Dia?” para o nosso e-mail: poemascomcafe@gmail.com.

Tenham certeza que leremos todos os e-mails e tomaremos as devidas providências para adequar nosso conteúdo ao que for sugerido. Peço também que você, como leitor, participe ativamente do nosso blog. Poste comentários, diga sua opinião, dê a sua sugestão!

É importante saber a sua opinião, portanto faça questão de deixar o seu comentário abaixo das postagens. Apenas com a contribuição dos leitores poderemos expandir e melhorar o conteúdo cultural aqui reunido. Agradeço a todas as visualizações, inclusive aos novos visitantes do Reino Unido e da Ucrânia. Obrigado pela sua contribuição e pelo seu apoio!

Se tudo permanecer neste ritmo, em breve quebraremos a meta anual de 2000 visualizações.
Agradeço aos leitores e a todos os contribuintes do projeto “Poemas com Café”.

Que 2012 seja um ano de conquistas!

Thiago S. Silva
Administrador e Autor do Poemas com Café.

Até o Fim



É tão bom olhar nos olhos de alguém especial
E naquele momento mágico não precisar dizer nada
E apenas compartilhar aquele silêncio
Que logo trás a tona uma deliciosa gargalhada.

É tão fantástico aquele nó na garganta
Aquele frio na barriga e coração disparado
Que nos fazem suar frio e tremer nas bases,
Mas que vêm seguidos de um abraço acolhedor e apertado.

É tão incrível saber que em uma só boca
Pode caber um sorriso tão devastador.
Estou morrendo de vontade dos teus lábios
Que dissipavam do meu mundo toda a dor.

Era tão bom te amar e pensar que seria eterno
Talvez foram estas falsas ilusões que acabaram por me destruir
Mas foi tão mágico ter permanecido apaixonado por tanto tempo
Que já não me lembro mais da vida que levei antes de você surgir.

Não sei por que acabou
Mas espero por seu retorno até o fim
Não há sentido em viver sem teu amor
Assim como não há sentido para eu viver sem mim.



[Música do Dia] Cazuza - Vida Louca Vida



Hoje temos o primeiro integrante nacional do Musica do Dia, ninguém menos que Cazuza. De longe um dos melhores compositores da música brasileira e podemos ver como faz falta no cenário musical nacional hoje.

Cazuza, foi um cantor e compositor brasileiro que ganhou fama como vocalista e principal letrista da banda Barão Vermelho. Sua parceria com Roberto Frejat foi criticamente aclamada. Dentre as composições famosas junto ao Barão Vermelhor estão "Todo Amor que Houver Nessa Vida", "Pro Dia Nascer Feliz", "Maior Abandonado", "Bete Balanço" e "Bilhetinho Azul".

Dentre seus sucessos musicais em carreira solo, destacam-se "Exagerado", "Codinome Beija-Flor", "Ideologia", "Brasil", "Faz Parte do meu Show", "O Tempo não Pára" e "O Nosso Amor a Gente Inventa".

Cazuza também ficou conhecido por ser rebelde, boêmio e polêmico, tendo declarado em entrevistas que era bissexual. Em 1989 declarou ser soropositivo e sucumbiu à doença em 1990, no Rio de Janeiro.

                                         


Vida Louca Vida

Vida louca vida
Vida breve
Já que eu não posso te levar
Quero que você me leve
Vida louca vida
Vida imensa
Ninguém vai nos perdoar
Nosso crime não compensa
Se ninguém olha quando você passa
Você logo acha "Eu tô carente"
"Eu sou manchete popular"
Tô cansado de tanta babaquice, tanta caretice
Desta eterna falta do que falar
Se ninguém olha quando você passa
Você logo acha que a vida voltou ao normal
Aquela vida sem sentido, volta sem perigo
É a mesma vida sempre igual
Se niguém olha quando você passa
Você logo diz "Palhaço"
Você acha que não tá legal
Corre todos os perigos, perde os sentidos
Você passa mal
Vida louca vida
Vida breve
Já que eu não posso te levar
Quero que você me leve
Vida louca vida
Vida imensa
Ninguém vai nos perdoar
Nosso crime não compensa
Se ninguém olha quando você passa
Você logo acha "Eu tô carente"
"Eu sou manchete popular"
Tô cansado de tanta caretice, tanta babaquice
Desta eterna falta do que falar
Vida louca vida
Vida breve
Já que eu não posso te levar
Quero que você me leve
Vida louca vida
Vida imensa
Ninguém vai nos perdoar
Nosso crime não compensa

Intrusa



“Eu não quero realismo. Eu quero magia! Sim, sim, magia. Tento dar isso às pessoas. Eu deturpo as coisas. Eu não digo as verdades. Eu digo o que deveria ser verdade.” Blanche DuBois



Não escrevo por escrever, escrevo para esquecer, desabafar para mostrar o que em gestos não consigo. Não é que eu queria mudar o mundo com minhas palavras, na realidade é uma fuga, é uma busca pela magia, por uma felicidade de sentar e enfim poder expressar tudo o que estava aqui no peito, guardado e escondido.

São nestes momentos que meus sentimentos florescem. É como se tudo ao meu redor, por um breve momento, deixasse de existir. Nessas horas sinto-me completa. Em frente ao meu computador as palavras se tornavam eternas.

Passei a considerar estes breves momentos como mágica, pois estava ali cheia de coisas para resolver e, de repente, tudo diminuía e se tornava pequeno em frente às palavras que consolavam e acolhiam.

Não pedi para ninguém acreditar em todas as palavras que eu tentava expressar, eu não fazia questão disso. A única coisa que fazia questão era que quando os leitores a vissem, naquele breve momento, que pudessem esquecer o mundo, como eu esquecia. Que a pessoa pudesse se identificar e dizer: “um dia eu senti isso!”. Que por um breve e simples momento de mergulho nas palavras o leitor percebesse que existia magia!

É somente o que desejo e o que quero. Aqui me apresento com muita felicidade e orgulho como a mais nova integrante deste grupo de grandes sonhadores e pessoas que buscam transformar palavras em momentos de magia!

Juliana Almeida.
A mais nova autora do “Poemas Com Café”.

 

Saudosismo



E hoje me bateu uma saudade
Um sentimento melancólico inundou minha essência
Ah como eram bons aqueles tempos de paz interior
Fui feliz em minha adolescência.

Hoje só guardo lembranças
Dos tempos que ouvia Cazuza
Só restou a imagem do herói que já se foi,
No CD arranhado, na estampa da blusa.

Me deu vontade de reviver meu primeiro amor
Quando não existiam anseios e medos advindos de más experiências.
Me deu vontade daquela sensação completamente estranha e nova
Quando um simples sorriso me dava status de Casanova.

Saudades da simplicidade de outrora
Daquele mundo paradisíaco
Onde homens não possuíam lentes de aumento
Tão menos esse jeito de ser... Um ser megalomaníaco.

Saudosismo é pra quem pode
Pra quem sem medo rasgou as cortinas e manteve as janelas abertas
Pra quem um dia pôde ver lá fora seus sonhos...
E um mar de utopias secretas.

Tesouro



Nunca perca de vista a sua verdadeira riqueza.
Espiritualidade e criatividade
São bem mais valiosas que a enganosa beleza.

É preferível ter um milhão de idéias
Do que ter um milhão de reais.
Pena que as pessoas de hoje não enxergam
A importância de ter esses ideais.

Lembre-se que dinheiro nem sempre estará disponível,
Mas o valor de uma idéia será sempre insubstituível.

Onde estará o amor?


Infelizmente, o amor de hoje tornou-se algo banalizado.
Compartilhar experiências e comprometer-se a viver lado a lado
Parece ter se tornado uma rara característica do passado.

O romance está em extinção e palavras são proferidas em vão.
Tudo carece de sentimentos, de carinho, de um palpitar de coração.

Aonde irá parar o amor?
Será que ele ainda estará disponível para combater nossa dor?

Eu sinto falta dos filmes românticos, aqueles ainda antigos,
Coloridos apenas pelo preto e pelo branco.
Eu sinto falta do tempo em que as pessoas não se exibiam tanto.

Amar era uma aventura que hoje já se perdeu...
A era dos romances e das flores certamente
Já vivenciou seu apogeu...

No meio de tanta futilidade, maldade e promiscuidade,
Eu ainda procuro ao menos uma mulher
Que me desperte verdadeira saudade...

Tudo que quero é encontrar um amor verdadeiro.
Farei tudo que for preciso...
Mesmo que tenha de vasculhar no mundo inteiro...

Nosso


Eu e você criamos nosso
Próprio jogo de mistério.
Apenas nós dois sabemos
O que deve ou não ser levado a sério.

Juntos construímos
O nosso singular lugar de conforto...
Os problemas sempre parecem sumir
Toda vez que estamos perto um do outro...

Tudo que eu tento é retribuir...
Te devolver de alguma forma
Todo o bem que você me faz sentir.

Quero desenhar na tua boca,
Todos os dias, um belo sorriso.
Mostrar-te nos dias tristes
O caminho para um inesperado paraíso.

E assim dançamos por toda a noite,
Ao som da música lenta e calma...
Uma dança só nossa,
Coreografada especialmente por nossa alma...

[Música do Dia] Adele - Lovesong



O quadro [Música do Dia] traz uma das maiores revelações de 2011 dentro do gênero pop. Aquele que não ouviu pelo menos uma música da cantora Adele tocando pelas rádios do mundo que atire a primeira pedra.

Adele Laurie Blue Adkins, nascida em Enfield no dia cinco de maio de 1988, é uma cantora e compositora britânica de Soul.

Em 2006, Adele atraiu a atenção da XL Recordings com suas três demos no seu perfil do MySpace e acabou por assinar com a gravadora. Desde a sua estreia, o álbum 19 de Adele foi aclamado pela crítica e foi um sucesso em vendas. O álbum estreou em número um e recebeu três certificações de platina no Reino Unido.

Sua carreira de sucesso nos Estados Unidos começou após uma apresentação sua no programa Saturday Night Live em 2008. Adele lançou seu segundo álbum 21 em 24 de janeiro de 2011 na Inglaterra e em 22 de fevereiro nos Estados Unidos.

O álbum foi um sucesso comercial e com a crítica, vendendo 208 mil cópias na primeira semana de vendas no Reino Unido estreando em primeiro lugar na UK Albums Chart e também liderou as paradas de vendas em vários países. O CD também estreou muito bem nos Estados Unidos alcançando a primeira posição na Billboard 200 vendendo 352 mil cópias na primeira semana.

Ela foi a primeira a receber o prêmio Critics' Choice do BRIT Awards e foi nomeada "artista revelação" em 2008 pelos críticos da BBC. Em 2009, Adele ganhou dois Grammy Awards de "Artista Revelação" e "Melhor Vocal Pop Feminino". O álbum 21 dominou as paradas de sucesso nos Estados Unidos e Reino Unido com o single "Rolling In The Deep.


O importante é necessário

Início de ano e muitas coisas acontecendo...

Ano de muitas vitórias e poucas derrotas. Ano de saber o que é realmente necessário. Ano em que devem ser mais atenciosos a certos acontecimentos e perceber as mudanças. Perceber que algumas notícias deveriam ser destacadas com maior grau de importância, porém não é bem assim que a sociedade enxerga.

Brincadeiras, bizarrices e todas as coisas do gênero são bem mais valorizadas do que coisas realmente importantes. A internet acaba se tornando uma fonte de “distração” ao invés de fonte de “informação”.

Não que eu não goste de piadas ou de coisas engraçadas, mas devemos utilizar a internet para coisas mais construtivas e interessantes. Saber medir o grau de importância das coisas é um aspecto essencial para a vida. Devemos valorizar o que é bom e o que é certo, mesmo que estes sejam conceitos relativos de cada pessoa.

Ninguém quer permanecer na mesma condição ou estilo de vida que estava há um mês, um ano ou dez anos atrás. Mudar é algo normal na vida, mas mudar para melhor é algo raro e difícil. Para aqueles que buscam melhorias, sonhar é necessário. Depois de traçado o sonho e as metas, deve-se manter o foco e colocar as coisas realmente importantes em primeiro plano. O tempo é curto e temos muito ainda a fazer, é bom não perder tempo com coisas que em nada irão render.




"Se seus sonhos estiverem nas nuvens, não se preocupe, pois eles estão no lugar certo; agora construa os alicerces"


P.S.




P.S.
Existem monstros no Congresso...
Não adianta olhar no armário ou debaixo da cama
Eles estão no poder, são os agentes da desordem e do retrocesso!

P.S.
O carrasco do homem é a fome...
De poder, dinheiro e matança
E adivinhem só, é o aristocrata quem come e a gente que dança.

P.S.
A verdade morreu...
Por ser considerada demasiadamente vulgar
Mentira, você a matou, quando deixou a mídia entrar em seu lar.

P.S.
Estamos em guerra...
E no brandir das espadas, ao soar do gongo
É cada um por si e ninguém pela Terra.

P.S.
A humildade se foi...
E a inocência também
Será que darão fim aos poetas? De nós restará alguém?

[Expresso Leitor] O Preço da Sabedoria


Há pouca felicidade quando falta sabedoria. A sabedoria não pode ser comprada com dinheiro, mas é verdade que se paga um preço por ela. Não hesite em pagar esse preço, quer seja em termos de tempo, paciencia, experiência, energia ou perseverança. Mesmo que tenha que pagar muito pela sabedoria, você ainda estará fazendo um ótimo negócio.






Contribuição da leitora Cleyse Costa.

Onde está a revolução?



É estranho observar uma inversão de valores potencializada em todos os países do mundo. A fome, a guerra e a violência já se tornaram assuntos banais.
O mundo atual possui apenas duas grandes preocupações: comprar e vender. Todo o quadro político dos países se foca na economia, deixando o aspecto humanitário em segundo plano.
No meio de toda essa “evolução”, eu paro e me pergunto: onde iremos chegar? Qual será nosso destino se a cada passo dado à frente observamos dez passos dados para trás?
A sociedade atual não é mais aquela que se reinventa e revoluciona os parâmetros ao seu redor. A onda de “iluminismos” e“revoluções francesas” parece ter chegado ao fim. A população de hoje está apática, ignorante e submissa à todos os abusos praticados pela “elite social”.
Todos os dias, milhares de pessoas morrem por culpa da fome e da miséria. Inúmeras são as mortes causadas pela violência e pelas guerras. A poluição avança cada vez mais, destruindo gradativamente o planeta que chamamos de lar.
Como universitário e cidadão brasileiro, pergunto-me onde estão os antigos revolucionários que lutavam pelos seus ideais e pela melhoria de seu país. É triste admitir, mas a educação e o sentimento de progresso sucumbem de forma lenta a cada ano que se passa.
Muitos políticos de incontáveis países acreditam que trabalhar pela educação é apenas construir escolas e creches. Simples tolos que não enxergam professores e mestres tentando sobreviver com baixos salários e inúmeros obstáculos desmotivadores.
A televisão e a música se tornaram grandes armas para alienar a população e é cada vez mais difícil encontrar algum conteúdo que se encaixe no aspecto chamado “Cultura”.
Arte, literatura e música de qualidade parecem ter sido reservadas apenas para aqueles que tem poder aquisitivo.
Precisamos acordar deste sonho induzido e perceber que o mundo é bem mais do que marcas caras e consumismo. Necessitamos aprender o significado de humanismo e desenvolvimento social. Devemos lutar hoje pelo futuro das próximas gerações.
Os grandes governos não mais temem o povo que habita ao seu redor. Não temem pois tem certeza absoluta da apatia e conformismo social.
Devemos exigir do governo, com nossas vozes e forças, a solução para todos os nossos problemas, afinal todos os políticos são muito bem pagos para isto. Não é verdade?
Chega de miséria! Chega de pobreza! E chega de ignorância!
Porque não começar uma revolução hoje? Uma revolução de paz? Uma revolução de amor? Uma revolução de sabedoria? Uma revolução de liberdade cultural?
Em meio à morte, pobreza e destruição do meio-ambiente, reside a eterna e insaciável pergunta: Porque não?





Enquanto o mundo desanda em vários aspectos, o congresso dos EUA decide se preocupar com a pirataria na internet e criam projetos como o SOPA que irão custar 47 milhões vindos do bolso dos cidadãos americanos...

Os mesmos 47 milhões de dólares que poderiam ser usados para escolas, empregos e desenvolvimento... É irônico saber que o "país da liberdade" (EUA) foi o autor de um atentado dessa magnitude...

A população tem 2 opções: aguentar todos esses abusos calada e sofrer as consequências OU bater o pé e exigir seus direitos de liberdade, sejam eles na internet ou fora dela...

Ao invés de pirataria, vamos nos preocupar com violência e fome... Porque a pirataria afeta apenas o bolso dos ricos, enquanto a fome e a violência afeta a qualidade de vida da maioria...

Eu sou contra a SOPA e contra todos esses projetos incentivados pela burguesia.

Descanse em paz, Megaupload. T_T

Novidades!



Com o início de 2012 começamos também a movimentar as idéias do projeto “Poemas com Café”. Somente nesta semana acompanhamos a entrada de três novos autores no blog: Vinícius Sanches, Isabela Martins e Juliana Almeida. Sendo dois cargos permanentes e um temporário. A escolha de duas mulheres foi essencial para dar um toque “feminino” ao nosso conteúdo.

É tempo de mudanças e ajustes no projeto, estamos testando novos layouts e novos temas para serem postados por aqui. Espero sinceramente que todos os leitores que nos acompanham frequentemente possam desfrutar do nosso trabalho. Já estamos próximos de 800 visualizações e agradecemos a todos os que contribuem conosco.

É com felicidade que garanto grandes novidades que ainda estão por vir.
Aproveitem e obrigado!

Thiago S. Silva
Administrador e Autor do “Poemas Com Café”.

Precisar É Preciso



Precisamos aprender...
Que ninguém está aqui só para ganhar ou só para perder
Uma hora a gente vence, noutra quebra a cara, faz parte do jogo
Na vida ninguém joga com cartas marcadas.

Precisamos entender...
Que seres humanos são seres imperfeitos
São almas errantes
Presas em corpos de carne e ossos.

Precisamos aceitar...
Que às vezes sentimos medo de arriscar.
Mas o importante é lembrar que a pior dor que se pode sentir
É a do arrependimento, por nem ao menos tentar.

Precisamos compreender...
Que sofrer é um mal que não poupa ninguém
E que os únicos que podem mudar nosso mundo somos nós mesmos,
Então pare de procurar seu complemento em outro alguém.

Precisamos errar...
Porque é o que nos mantém humanos,
É o que nos torna cada vez mais sábios e incríveis,
É o que no ápice de nossas semelhanças nos faz únicos, imprevisíveis!

Precisamos amar...
Simplesmente por isso, porque amar é preciso,
Quem não ama não sabe o que é ter em vida
Um verdadeiro ensaio do paraíso.

Precisamos parar...
De engolir tão facilmente as barbáries do mundo.
Chega de caos, desse exílio mental e dessa falsa moral
Que poluem nosso sangue e deixam nosso espírito imundo.

Precisamos acreditar...
Nas verdades dos loucos
Pois sanidade é um banquete
Apreciado por poucos.

Ódio | oipÒ


 

Cabelos ao vento, sorriso no rosto
Brilho nos olhos, sempre querendo bis
Queria saber aonde, em que ponto a gente se perdeu
E desistiu de ser feliz.

As melodias que antes não significavam nada
Com você ganharam sentido, valor
Tornaram-se parte não só de mim, mas de ti, da gente
E principalmente do nosso finito-eterno amor.

Passado, passou, não adianta ficar remoendo
Só sofre quem um dia provou da felicidade
Momentânea, passageira, fugaz?
Não importa, fui feliz e isso ninguém desfaz!

Sabe, eu te odeio...
Tanto e com tamanha voracidade
Que acabo te desejando, te querendo
Te aceitando e te perdendo.

E sabe, eu te amo...
Amo, com tudo o que o amor é
Amo, com a equivalência do ódio
Amo, porque te amar é o meu ópio.

Novo Autor!



É com grande prazer que apresento a todos os leitores do blog o novo autor do “Poemas Com Café”: Vinícius Sanches. Crítico de todas as falhas do sistema, apreciador de ironias em geral e detentor de grande habilidade com as palavras, acredito que ele será de grande contribuição para o projeto.
Espero que todos possam aproveitar e contribuir com o conteúdo aqui presente. As visualizações aumentam cada vez mais e nos estimulam a trabalhar mais e com uma qualidade melhor. Deixe seus comentários, suas opiniões e nos ajude a continuar crescendo!
Com esta nova aquisição, almejamos disponibilizar maior conteúdo e variedade para todos leitores que nos acompanham freqüentemente.
Thiago S. Silva
Administrador e Autor do Poemas Com Café.

Velho Tempo



Desde o nascimento
Nosso corpo já começa a envelhecer.
Inicia-se o processo crucial
Conhecido como “sobreviver”.

Acumulamos memórias,
Esquecemos a tristeza
E almejamos a alegria...

Para cada vitória é necessário
Um pouco de sacrifício
E um toque de sabedoria.

Durante todas estas etapas
O objetivo sempre é crescer.
Contudo, o crescimento só é possível
Quando conseguimos amadurecer...

Apenas com o tempo
Descobrimos que cair
Nunca foi sinal de fraqueza...

Apenas com a idade
Rejeitamos a estética
Como sinônimo de verdadeira beleza.

E apenas com o amor
Libertamos o coração
De toda e qualquer impureza.

Cada dia da vida é único e essencial.
Nenhum momento ou sentimento
Poderá novamente ser considerado igual...

A vida sempre nos surpreenderá,
Mas porque não tentar
Surpreendê-la no final?


Acaso


E foi assim...
Em um encontro de caminhos
E em uma coincidência de destinos
Que eu te encontrei por aqui.

Junto de você também veio felicidade...
Do seu modo especial
Extinguiu minha tristeza
E qualquer resquício de maldade...

As melhores coisas da vida
Talvez aconteçam por acaso...
Talvez somente agora
Eu tenha pensado por este lado...

Certa vez ouvi que boas pessoas
Sempre aparecem em um momento ruim.
Sabia que eu te escolho sempre
Como o melhor exemplo desta frase para mim?

[Música do Dia] Frank Sinatra - Fly Me to the Moon



O quadro [Música do Dia] traz nada mais e nada menos do que Frank Sinatra e um pouco de sua história. Aproveitem...

Francis Albert Sinatra nasceu em Hoboken nos Estados Unidos no dia 12 de dezembro de 1915 e veio a falecer em 14 de maio de 1998 em Los Angeles. Foi cantor e ator, considerado uma das maiores vozes do século XX e com mais de cinquenta anos de carreira. Iniciou sua carreira durante a “Swing Era” e lançou centenas de canções imortalizadas em sua voz.
Sem nenhum treinamento formal, Sinatra desenvolveu estilo altamente sofisticado. Sua habilidade em criar uma longa e fluente linha musical sem pausas para respiração e sua manipulação de frases o fez chegar bem mais longe que a maioria dos cantores populares.
Filho de dois imigrantes italianos, foi casado com Nancy Barbato e posteriormente com as atrizes Ava Gardner e Mia Farrow, e com a socialite Barbara Marx, com quem terminou seus dias. Possui duas estrelas na Calçada da Fama, uma por seu trabalho na música e outra por seu trabalho na TV americana. É considerado um dos maiores intérpretes da música nadécada de 1950. Teve três filhos: Nancy Sinatra,Frank Sinatra Jr e Tina Sinatra.
Frank Sinatra apareceu em mais de cinquenta filmes, entre eles: "Anchors Aweigh" (1945), "On The Town" (1949), "From Here To Eternity" (1953), com o qual ganhou o Oscar, "The Man With The Golden Arm" e "High Society" (ambos de 1956), "The Manchurian Candidate" (1962) e "The First Deadly Sin" (1980).

Também f
ez parte do chamado Rat Pack, grupo de artistas muito ativo entre meados da década de 1950 e 1960.

Seus principais sucessos são "Fly me to the moon", "My Way" e "New York, New York". Sinatra também cantou com o brasileiro Tom Jobim. Na oportunidade, "Girl from Ipanema" brindou o grande encontro.





Fly Me to the Moon                                                  Leve-me até a lua
 

Fly me to the moon                                                   Leve-me até a lua
Let me play among the stars                                   E deixe-me brincar entre as estrelas
Let me see what spring is like on                           Deixe-me ver como é a primavera
Jupiter and Mars                                                       Em Júpiter e Marte

In other words, hold my hand                                Em outras palavras, segure minha mão
In other words, baby, kiss me                                Em outras palavras, querida, beije-me

Fill my heart with song                                            Encha meu coração com música 
And let me sing for ever more                               E deixe-me cantar para sempre
You are all I long for                                                 Você é tudo o que eu desejo
All I worship and adore                                           Tudo que eu cultuo e adoro

In other words, please be true                               Em outras palavras, seja verdadeira
In other words, I love you                                       Em outras palavras, Eu te amo
                                           
Fill my heart with song                                          Encha meu coração com música
Let me sing for ever more                                     E deixe-me cantar para sempre
You are all I long for                                               Você é tudo o que eu desejo
All I worship and adore                                          Tudo que eu cultuo e adoro.

In other words, please be true                             Em outras palavras, seja verdadeira
In other words                                                         Em outras palavras,
In other words                                                         Em outras palavras,
I love you .                                                                Eu te amo.




Novidades e Comemorações!



É com grande prazer que anuncio a primeira meta cumprida pelo “Poemas com Café”: alcançar 500 visualizações de página. Resumindo um pouco a história do blog, ele surgiu no final de novembro de 2011 e nas primeiras semanas não alcançou muitos resultados. Desde então as postagens se tornaram mais freqüentes e foi sugerido trazer coisas novas para o projeto.

Em dezembro de 2011 alcançamos um total de 126 visualizações. Número que foi superado pelas 403 visualizações em apenas 12 dias de janeiro de 2012. Como único autor e dono do blog, agradeço sinceramente todos aqueles que passam por aqui e apreciam as postagens. Agradeço também aqueles divulgaram o blog em seu Twitter, Facebook ou Orkut. Com a ajuda de nossos leitores estamos crescendo cada vez mais.

Com o aumento de visitas tenho pensado em alguns projetos novos para o blog e conto com a participação de todos. Se você tem alguma sugestão, opinião ou reclamação a fazer poste-a nos comentários abaixo. Fique à vontade para ajudar e tornar mais agradável o trabalho realizado aqui.

Um dos projetos para 2012 é tentar encontrar novos autores para o blog. Se você gosta de escrever e tem afinidade com algum gênero literário, entre em contato comigo pelo e-mail: Thiago_S_Silva_17@hotmail.com. A meta é recrutar dois novos autores até o final de 2012.

Muitos notaram também que foi adicionado um quadro chamado “Música do Dia?” que é publicado a cada 5 postagens feitas. Se você tem alguma sugestão para novos quadros, poste nos comentários. O novo objetivo do blog é alcançar 2000 visualizações até o fim de 2012 e para isso contamos com a sua ajuda. Divulgue o blog no Facebook, no Twitter, no Orkut... No fim de cada postagem tem um botãozinho no qual você pode compartilhar o conteúdo mais facilmente.

Agradeço todos aqueles que apoiaram a idéia, que deram idéias e que tem trabalhado para divulgar ainda mais o “Poemas com Café”.

Segue abaixo as estatísticas totais de visualização do blog:

455 – Visualizações Brasileiras
36 – Visualizações Alemãs
30 – Visualizações Russas
12 – Visualizações Americanas (EUA)
1 – Visualização Sul Coreana
1 – Visualização Portuguesa
__________________________________

Sem mais, agradeço a todos os leitores.
Obrigado e voltem sempre!

Thiago da Silva e Silva.
Dono e Autor do Poemas com Café.

Inabalável



Você insiste em criar
Bravas tempestades na minha vida.
É duro agüentar a dor...
Aceitar tudo isto submissa...

Eu grito, choro e perco
Sempre a minha razão.
Você ignora todos os pedidos
Do meu coração...

E eu aqui, nesta amarga dor,
Ainda guardo para você
Todo o meu suprimento de amor...

Choro as saudades de todas as noites
Em que você não está aqui...
Peço a Deus toda a felicidade
E proteção possível para ti...

Eu te pago com carinho
Tudo que recebo em decepção.
Para toda sua indiferença
Te ofereço meu constante perdão.

No passado, você pediu meu amor
E eu com prazer te disse sim...
Hoje, por você, eu prometo
Lutar até o fim.

Declaração


Meus olhos encontram os seus,
Teu sorriso inspira o meu,
E o meu amor sempre anseia pelo teu...

Eu conto as horas que parecem não passar,
Conto os dias que parecem não chegar
E acabo perdendo o número de pensamentos
Nos quais você está.

Tua doce voz,
O lindo brilho do teu olhar.
Quando estou ao seu lado
Calmo tudo parece ficar.

Quando toco em tuas mãos,
Sinto-me feliz.
Quando olho em teus olhos,
Sinto em mim paixão.
E quando estou ao teu lado,
Fortemente bate meu coração...

Eu tento disfarçar todo
o meu nervosismo...
Esconder as mãos trêmulas...
Sufocar meu bobo sorriso...

Contigo eu tento superar toda a timidez...

Tento te mostrar 
Que na hora de amar e ser amada,
Chegou especialmente a sua vez...

Segredo


 
Você pergunta o que guardo em meu coração...
E eu te respondo que são sonhos, poemas
E talvez até uma canção.

Talvez você não perceba as pistas que eu deixo...
Talvez não veja o jogo de mistério envolvido no meu desejo...

Se é tão difícil assim,
Eu posso te dar uma dica com satisfação:
Não tente ver com seus olhos
O que apenas poderá ser visto com o coração...

Somente desta forma você entenderá completamente
Todos os meus versos, meu carinho e minha emoção...



Partida



Você esteve comigo em inúmeras aventuras...
Suportou por mim todas as amarguras...

Você sabe que para mim
É duro olhar todo o passado agora...
Partir sem deixar na sua mente
 A certeza de minha volta...

Perdoe-me, mas infelizmente
Chegara minha hora.
Eu sou apenas mais um daqueles personagens,
A passar despercebido pelos livros de História...

Não chore meu amor,
Pois eu irei defender nosso país...
No tempo em que era jovem,
Isso foi tudo que eu sempre quis...

Despeça-se de mim não com lágrimas,
Mas com seu melhor sorriso.
Jamais se esqueça
Que você é o meu eterno paraíso...

“Dedicado a todos os soldados que um dia partiram sem poder retornar...”